Lindo / Beautiful

Olá, olá. E, de repente, chegou 2012. Deixemos 2011 lá atrás com tudo o que teve de menos bom, aprendamos com isso e vamos manter juntinho a nós o máximo de coisas boas que pudermos. Como este blog e vocês, novos (e "velhos") amigos que me acompanharam nesta aventura. Em Fevereiro, quando comecei, não tinha a certeza se iria conseguir "montar" este cantinho no ciberespaço e agora, menos de um ano depois, já tive mais de 8500 visitas e mais de 30 seguidores! FABULÁSTICO! Daqui para frente, só pode melhorar, não acham? Porque a tão falada crise de dinheiro não implica crise de ideias, de partilha e de coisas bonitas. Por isso, para começar este ano com algo realmente bonito, partilho convosco um dos meus poemas preferidos de um grande escritor português,  Eugénio de Andrade, e intitula-se "Os Amantes sem Dinheiro".

Hi. And suddenly 2012 arrived. Let's leave 2011 behind with all its not so positive things, learn with them and keep close to our hearts only the best things. For me one of those is this blog and you my new (and "old") friends that followed me on this adventure. Back in February, when I started, I wasn't completely sure to be able to set up this little cyberspace corner and now, less than a year later, it had over 8,500 visits and over 30 followers! AMAZING! Things can only get better from now on, don't you think? Because the so much debated money crisis doesn't necessarily mean crisis of ideas, of sharing and of beautiful things. So, to start this year with something really beatiful I'm sharing with you one of my favourite poems written by a great portuguese author, Eugénio de Andrade, and called "Penniless Lovers".


 
 
Lindo, não é? Se quiserem saber mais sobre o autor podem espreitar aqui. Tenham um maravilhoso 2012 :-)

Beautiful isn't it? If you would like to know more about the author you can check it out here. Have a great 2012 :-)

2 comentários:

  1. Amiga querida......

    Deixar para trás,
    o que não nos importou,
    o que não nos importa mais

    Viver e acreditar,
    almejar e sonhar,
    se dar um pouco de sí,
    viver sem medo de sorrir

    Cultivar a esperança,
    de peitos abertos a ela se entregar,
    ter a alegria de uma criança,
    e nos rios da vida navegar

    E assim prosseguir, viver,
    sem medo de perder ou ganhar,
    pois a vida só faz valer,
    para aqueles que tem coragem de sonhar.

    Beijão da amiga Cátia
    http://catiaartesmanuais.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Cátia
      Desculpe o atraso na resposta. Obrigada pelo poema. Tão bonito! Um bom ano para você também.
      Bjokas

      Mar

      Eliminar